Rapel Stopwatch - Categoria Competitivo

Consiste em cronometrar a ancoragem e descensão do Rapel, com intuito de obter o menor tempo, é crucial que toda a manobra seja realizada com segurança; Ao contrario da modalidade (Free), o (Competitivo), exige que o local de realização da manobra seja o mesmo para todos os atletas envolvidos na competição, o padrão de ancoragem no rapel stopwatch competitivo utiliza-se apenas ancoragem com dois pontos de fixação, quanto a descensão, precisa ser Rapel positivo e uma progressão exata de 8Mt (oito metros), de descensão não podendo exceder; Na competição é necessário que tenha árbitros para avaliar a manobra.
O Rapel Stopwatch Competitivo, possibilita apenas competição presencial onde é necessário montar uma estrutura para competição em grupo.

Normas Competição para Rapel Stopwatch Competitivo: 
[Resumo da Norma de Competição CBR-NC701 (Rege as diretrizes de competição de modalidades e categorias do Rapel competitivo, para uniformidade, qualidade e veracidade de competição)]

• Realização da manobra - Todos os equipamentos e acessórios utilizado na manobra com exceção da corda, deverão está preso ao corpo do praticante; A manobra iniciar-se com a mão utilizada para segura a corda, na altura da cabeça; O Rapeleiro inicia a manobra ao sinal sonoro do juiz da competição; Se conclui a manobra ao termino da metragem de descensão de Rapel; A corda da via de descensão pode está lançada a baixo.

• Equipamentos - Os equipamentos utilizados para realização da manobra pelo Rapeleiro precisa se obrigatoriamente o padrão do Rapel tradicional: Uma Cadeirinha; Um Freio Oito; Dois ou mais mosquetões; Um ou mais Cordelete. 

• Critério avaliado - É avaliado o tempo de duração da manobra; É avaliado existência de segurança na ancoragem e descensão; Caso a ancoragem ou descensão de Rapel expor o atleta a risco eminente de queda, a manobra é desclassificada; Critérios de julgamento avalia-se apenas os comprimentos das normas para garantir a legitimidade da manobra.

• Velocidade - Quanto menor o tempo de duração da manobra, melhor será a colocação na competição, ou seja, ganha quem fizer toda a manobra com o menor tempo.

• Segurança - A ancoragem da corda e a descensão de Rapel precisa ser feita com segurança, que garanta a integridade física do praticante.

• Descensão de Rapel - Precisa ser Rapel positivo e uma progressão exata de 8Mt (oito metros), de descensão de Rapel; Os oito metros da via de descensão deve ser demarcado com uma linha horizontal visível; O Rapeleiro deve fazer uma parada com os pés sobre a linha de demarcação de oito metros.

• Acesso categorias – Não há critérios para o acesso de atletas a categoria, sem restrições de idade ou peso para acesso a categoria.

• Ranking nacional - Agrega-se ao ranking os atletas federados que participem de campeonatos federados a CBR, com tempo de Rapel Stopwatch menor que 50s - A## - D##; Os atletas não federados que ganharem colocação premiada do campeonato serão federados e serão agregado ao ranking nacional.

• Competição - Competição presencial onde é necessário montar uma estrutura para competição em grupo, com diretor de prova, quadro de árbitros e inspetor da área de competição.

• Formato de competição - Cada bateria de competidores fazem um ciclo de três descensões de Rapel para concluir o campeonato; O competidor completando o ciclo de três descensão de Rapel, prevalece como recorde do competidor o menor tempo de Rapel Stopwatch; Uma vez que o Rapeleiro iniciar o Rapel Stopwatch, não poderá mais interrompe-la, ficando obrigado a conclui-la, mesmo que isso prejudique seu recorde.

Campeonato Estaduais confederados - Para realizar um campeonato estadual confederado a CBR, somente federações estaduais confederadas a  CBR; Campeonatos homologados pela CBR atribui a norma de segurança NTE502.